Menu

AMD EPYC será o processador do supercomputador mais rápido do mundo

Máquina foi batizada de Frontier e será entregue em 2021

O Departamento de Energia dos Estados Unidos passará por uma mudança drástica em sua infraestrutura. Isso porque foi anunciado a construção de um supercomputador que tem a promessa de superar todos os recordes e ser a máquina mais rápida do mundo.

O anúncio foi feito no último dia 7 de maio e o “monstro” ficará pronto em 2012. O supercomputador foi batizado de Frontier e é fruto de uma parceria entre a empresa Cray, que cuida da arquitetura da máquina, com a AMD, que fornecerá os processadores AMD EPYC e aceleradoras Radeon Instinct.

LEIA MAIS: Robert Downey Jr. divulga vídeo em que Homem-Aranha e Homem de Ferro se reencontram

Todo o processo de construição será feito no Oak Leadership Computing Facility, no Tennessee.

Agora vamos aos números: será possível realizar 1,5 quintilhão de cálculos por segundo com essa belezinha, ou 1,5 exaflop.

O supercomputador terá inteligência artificial avançada de segunda geração e com mais capacidade de machine learning e análise de dados dos supercomputadores atuais.

Todo esse poder bruto vai ajudar em pesquisas científicas para diversas áreas, dentre elas, economia, saúde, fabricação de novos materiais e geração de energia.

Enquanto o Frontier não fica pronto, a briga pelo supercomputador mais potente do mundo segue acirrada.

Atualmente, o Summit da IBM é o supercomputador mais rápido do planeta e realiza 200 quadrilhões de cálculos por segundo e será batido no máximo em 2021, quando a Intel entrará com seu modelo, também em parceria com a Cray, que chegará a 1 exaflop.

Siga-nos