Menu

FIFA 20 | Game da EA tem glitch anti-derrota e polêmicas entre jogadores

Nem bem a Eletronic Arts lançou o FIFA 20 e o jogo de futebol da desenvolvedora já está envolvido em polêmicas.

LEIA MAIS: PlayStation 5 | Sony diz que console será o mais rápido do mundo

De fato, houve uma melhora em relação ao seu antecessor, como a gameplay, mas também seus problemas, e alguns considerados graves.

A primeira reclamação da comunidade é que o delay nas partidas online e a demora para os jogadores realizarem os comandos.

A outra reclamação – talvez a mais grave -, é que há um ‘No Loss Glitch’, que permite que as derrotas dos jogadores não contem na disputa do FUT Champions.

E a terceira principal reclamação é que existem grupos de players que estão formando grupos para não se enfrentarem e “atacarem” criadores de conteúdo.

Proplayers relatam problemas em FIFA 20

O proplayer Matheus Overback falou bastante sobre o ‘No Loss Glitch’ no YouTube.

Ele fez um levantamento de jogadores com 28 ou mais vitórias na WL, que permite ter a conta verificada e permitir que jogue os torneios oficiais da EA Sports.

Overback mostrou até provas em seu Twitter de um exemplo dos novos “verified”, que perdeu mais jogos do que o FIFA computou. Confira o absurdo:

O youtuber Fifalize, que faz conteúdos em canais oficiais de FIFA no Brasil, também deu sua opinião sobre o assunto:

Em relação aos grupos, quem relatou foi Nick, do canal Run the FUT Market, um dos principais criadores de conteúdo de FIFA nos últimos meses.

Ele relata que há seis meses foi criado um grupo no Discord, com diversos proplayers da América do Norte, incluindo jogadores que representam times da eMLS, onde se unem para ‘roubar’ o matchmaking do jogo.

“O FUT Champions precisa ser fechado agora”, disse ele, em um longo vídeo no YouTube.

Segundo Nick, os proplayers “combinam horários” para não se enfrentarem e ficam tentando prejudicar streamers e criadores de conteúdo durante a Weekend League, para tentar ganhar deles enquanto eles fazem suas lives.

De qualquer forma, a grande questão é que há jogadores se classificando para o modo competitivo de FIFA 20 sem o devido merecimento.

Cabe a EA se manifestar para sanar esse problemas. Diante do histórico negativo da empresa nos últimos tempos, é melhor ela se mexer logo, ou ela vai se perder esta mina de ouro chamada FIFA.

Parceiros

Siga-nos