Menu

Guardiões da Galáxia Vol. 3 | James Gunn volta para a direção do filme

Diretor havia sido demitido da direção de Guardiões da Galáxia Vol. 3 após tuítes antigos fazendo piadas com AIDS e pedofilia

Após demitir James Gunn por tweets antigos do cineasta serem revividos – onde havia piadas ofensivas sobre temas como estupro, pedofilia e AIDS – a Disney optou pela recontratação do cineasta para dirigir novamente Guardiões da Galáxia Vol. 3.

LEIA MAIS: Vingadores: Ultimato | Marvel lança trailer do filme e quebra a internet

Quem confirmou a informação fram os porta-vozes da Marvel e do próprio diretor aos sites Deadline, THR e Variety. Foram meses de negociação em segredo entre Gunn e executivos da Disney, que ficaram satisfeitos com a atitude de James e pediu desculpas pelo epísódio.

Após a imprensa publicar a informação, James Gunn confirmou em sua conta no Twitter e agradeceu à Disney pela segunda chance. Leia a tradução completa do twett:

“Eu sou imensamente grato a cada uma das pessoas que me apoiou nos últimos meses. Eu estou sempre aprendendo e vou continuar a trabalhar para me tornar o melhor ser humano que eu posso ser. Eu aprecio muito a decisão da Disney e estou empolgado para continuar a fazer filmes que exploram os laços de amor que unem todos nós. Eu fui e continuo sendo muito grato por todo o amor e apoio de vocês. Do fundo do meu coração, obrigado. Beijos para todos.”

Com o embróglio gerado, Gunn aceitou outros trabalho, dentre eles para escrever e dirigir Esquadrão Suicida 2 para a Warner, trabalho que ele fará antes dele retornar para a MCU.

Segundo a imprensa norte-americana, o cineasta vai dirigir o reboot da DC ainda em 2019 e depois voltar para o roteiro de Guardiões 3. Como o roteiro do terceiro filme da franquia da Marvel já está pronto, as filmagens devem começar assim que terminar de Esquadrão.

Live Gaming