Menu

Oculus e Valve apresentam novos dispositivos de realidade virtual

Não há previsão de lançamento dos óculos de realidade virtual para o Brasil

A terça-feira (30) foi agitada no mundo de realidade virtual. As empresas Oculus, pertencente ao Facebook, e a Valve, lançaram novas versões dos seus óculos de realidade virtual, em uma nova tentativa de popularizar o dispositivo.

OCULUS RIFT S E OCULUS QUEST

A empresa Oculus, que pertence ao Facebook, anunciou dois novos óculos de realidade virtual, o Oculus Quest e o Oculus Rift S e sua data de lançamento: dia 21 de maio.

Os dois dispositivos vão custar a partir de 399 dólares (ou R$ 1.564 em conversão direta e sem impostos) e serão lançados em 22 países. Infelizmente o Brasil não está nesta lista. Já é possível comprá-los na pré-venda.

Oculus Rift S – Reprodução

O Oculus Rift S é uma versão atualizada do Oculus Rift e tem novas câmeras de rastreamento e outras melhorias, como exigir menos entradas USB.

Já o Quest é uma versão da qual não exige a necessidade de estar ligado a um computador e também não precisa de câmeras de rastreamento externas. Possui duas versões, de 64 GB de armazenamento (e custa os já citados 399 dólares) e outro com 128 GB, que vai custar 499 dólares. Ambos funcionam com processador da Snapdragon da Qualcomm.

VALVE INDEX

Quem também resolveu lançar uma nova versão de óculos de realidade virtual nesta terça-feira foi a Valve, chamado de Index. O aparelho possui seus próprios controles, novas tecnologias, como o dobro de pixels no visor, entre outras novidades.

O pacote completo do Valve Index – que inclui controles e as câmeras – custará 999 dólares nos EUA (cerca de 4 mil reais sem impostos) e chega no dia 28 de junho.

O visor será de LCD com resolução de 1440×1600 com redução de efeito screen door”, taxas de atualização de até 144hz e redução de borrões na tela.

A viseira – que tem almofadas e adaptações para acomodar o rosto do jogador – pode ser trocada e fones embutidos. A própria Valve incentiva que os donos do Index criem suas próprias viseiras. Aparentemente, o novo óculos funciona com fios, diferente do HTC Vive Pro.

É possível comprar o aparelho separadamente por 749 dólares (valor aproximado de 3 mil reais), os controles por 279 dólares (1,1 mil reais) e as câmeras por 149 dólares (cerca de 600 reais). A pré-venda começa neste 1º de maio.

Siga-nos