Menu

Project XCloud pode rodar mais de 3.500 jogos do catálogo Xbox

Microsoft configurou 13 datacenters localizados na América do Norte, Ásia e Europa para dar suporte ao serviço

A Microsoft publicou uma nota que oferece aos desenvolvedores novas informações sobre o serviço de streaming Project xCloud, detalhando as etapas que estão sendo tomadas para tornar o serviço o mais acessível possível para os desenvolvedores de jogos.

Para dar suporte ao projeto orientado pelo Azure, a empresa configurou o suporte ao xCloud em 13 datacenters do serviço de nuvem localizados na América do Norte, Ásia e Europa, e outros mais no futuro.

LEIA MAIS: Sonic: O Filme é adiado para fevereiro de 2020

Esses locais foram selecionados por sua proximidade com os principais centros de desenvolvimento de jogos, e a Microsoft observa que equipes de empresas como a Capcom e Paradox Interactive “agora têm a capacidade de testar seus jogos com facilidade diretamente do Project xCloud sem ter que migrar para uma nova plataforma”.

A Microsoft também disse que o Project xCloud já é tecnicamente capaz de transmitir mais de 3.500 jogos atuais do Xbox sem a necessidade de quaisquer ajustes ou mudanças dos desenvolvedores desses títulos.

Em nota, a Microsoft disse que os desenvolvedores que querem trazer seus jogos para o xCloud “serão capazes de subir seus jogos existentes em dispositivos, sem desenvolvimento adicional, sem manutenção de código adicional e sem atualizações separadas”.

Isso também se aplica aos jogos atualmente em desenvolvimento para o Xbox One. A Microsoft diz que 1.900 jogos estão atualmente em desenvolvimento para a plataforma, e que todos esses projetos poderiam rodar no Project xCloud sem qualquer passo adicional dos desenvolvedores.

Embora ajustes adicionais não sejam necessários para trazer o suporte ao xCloud para os jogos existentes do Xbox One, a Microsoft também lançou uma nova API para o Xbox Developer Kit, que permite que os jogos detectem se estão transmitindo da nuvem e fazem no jogo muda de acordo. De acordo com o post, “os jogos podem, então, sinalizar recursos e funcionalidades para melhorar a experiência de streaming; por exemplo, ajustar tamanhos de fonte para monitores menores ou hospedar partidas multijogador em um único servidor para reduzir a latência”.

Siga-nos