Menu

Dark Souls 3 – [Uma série criada para gamers de verdade!]

Faltando pouco tempo para o lançamento do tão aguardado e, sem sombra de dúvidas um dois melhores jogos de 2016. Dark souls 3, terceiro título de uma das maiores e mais elogiada franquias de game dos últimos anos, e quarto título dirigido por   hidetaka miyazaki, projetista de games, e presidente da From software. Também tido como o melhor criador de games dos últimos anos.

Miyazaki tem quebrado alguns tabús na indústria de games com a sua forma de criação,  se existia dúvida em relação a qualidade final de DS3 essas não existem mais, ficou claro depois de muitas informações que o game promete ser o melhor da série, mesmo sendo um grande desafio superar o primeiro dark souls  (game esse que não vou falar com ênfase  nessa pequena analise), o que tenho pra dizer é que se você ainda não jogou ds1, jogue!! pois é um dois melhores games já criados na história dos jogos eletrônicos. Neste pequeno texto pretendo comparar os demais títulos, sendo demon’s souls, dark souls II e  bloodborne. Pretendo ir além da história aqui. Lembrando que todos os títulos merecem ser jogados, e apreciados da melhor forma possível.

“A série também é uma das mais copiados nos últimos anos.  aqui vão alguns exemplos, lord of the fallen, the surge, ni-oh, Salt and Sanctuary entre outros. Além de também existir vários aspectos técnicos fragmentados em títulos anunciados recentemente.”

Em toda serie você encontra desafios e chefes que devem ser superados ao longo do caminho. Chefe esses, que em cada título  são famosos pela grande dificuldade de vence-los e serem responsáveis por controles  jogados na parede e palavrões do mais baixo calão. Tudo isso faz parte,  já que estamos falando da série mais difícil dois últimos anos.

demon’s souls, o primeiro título, surgiu em meio a um período onde os games não ofereciam nada além de algumas horas de diversão. No começo demon’s souls, foi estranhado por jogadores daquela época, devido a sua dificuldade muitos deixavam de joga-lo, porém jogar demon’s souls remetia a época de ouro dos games onde gameplayer, simplicidade e desafios eram o que de fato importava. Logo caiu nas graças de jogadores órfãos de games difíceis. Com isso o exclusivo de ps3, ganhou destaque em todo o mundo e tido como base/referência para futuros projetos. Tecnicamente demon’s souls surpreende por ser um game de 2009, com muita criatividade e level design influenciada por antigos títulos de games consagrados como The legend of zelda, ico , soul reaver, castlevania, e também do aclamado manga e anime japonês berserk. Influência essas que se estendem por toda a série.

demon-souls

Demon’s souls é considerado por muitos, o game mais difícil de toda a série.

Em demon’s souls somos levados ao uma terra cheia de ruinas e calabouços chamada Boletaria, interligada por uma construção chamada Nexus (lugar mais seguro do game, onde você upa seu personagem), neste local existem vários NPC’s  e um guia de viagens, uma mulher chamada Maiden in the Black  que te ajudará com informações por todo o jogo. O game também apresentou um inovador modo online, bem diferente dos que existiam na época, nele você pode pedir ajuda a jogadores de outros mundos, para te dar suporte em calabouço e chefes, e também invadir outros mundos conseguindo assim itens novos, e aumentando a vida útil do jogo. Outro fator importante do sistema de jogo, eram as tendências do mundo, que dependendo da suas ações, o mundo ficava mais obscuro ou ficava mais pacífico, surgido itens novos dependendo de qual nível de tendência do mundo você estive-se. Um aspecto técnico que devemos falar é que no game você assumia duas formas, em uma você estava vivo, e outra morto, e quando na forma morto, o seu HP era reduzido pela metade. Algo que está presente em todos os título da série, são as percas de experiências, em demons e dark, ao derrota um inimigo você ganha almas (que seria as experiências em RPG`S clássico) e caso você morra perdera as experiências acumuladas, e para recuperá-las, você deve voltar até o local que você morreu, caso morra no caminho você perde para sempre todo seu progresso. o XP tem suma importância em toda serie, pois é com ele que você upa seu personagem, e compra itens. Além de outra coisas. Bom demons souls foi na minha opinião um corpo, criado para dele surgir outros títulos.

Depois de demons souls, foi apresentado ao mundo Dark Souls, que não falarei nesse post sobre ele, como disse acima.  épico!!!

Então pulado para dark souls 2. O game tinha a difícil tarefa de superar o seu antecessor, e foi muito especulado e aguardado. Nesse título hidetaka miyazaki não participou como diretor, e sim como conselheiro.

dark-souls-vende-mais-8-milhoes-capa

apesar de não ter atendido as expectativas, dark souls 2 continua sendo um ótimo game.

DS2 teve alguns aspectos técnicos que não agradaram aos fãs da série, um exemplo é em relação a level design, que não era tão boa quanto o apresentado em bloodborne (titulo que veio depois), e o que tinha sido aclamado em ds1. Porém fazer um level design inteligente não é tarefa fácil. O game também apresentou checkpoints (bonfires) mais próximas uma das outras, e você poderia viajar de uma para a outra, tornando a progressão do game muito mais fácil.

     Um aspecto incrível no primeiro dark souls era a importância das bonfire que ao longo da jornada conforme você progredia, nela você conseguia reforçar suas armas, reviver seu personagem  e fortificar a quantidade item de cura (frascos de estus) que você poderia utilizar em cada área. E após a épica batalha contra smough and ornstein a opção de viajar rapidamente entre algumas fogueiras (as mais importantes) era liberada…. Estes aspectos tornavam o game mais emocionante!!

 

Em ds2, foi criada uma pequena cidade/centro do game chamada de Majula, essa cidade tem os mesmos recursos do Nexus em demon’s souls, onde você pode upar seu personagem, e também melhorar seus equipamentos, outro aspecto também tirado de demon’s souls, é que quando você morre além de seu corpo ficar na forma morto-vivo, você fica com status de “vazio” onde seu HP é reduzido toda vez que você morre.

             Um detalhe também muito importante em dark souls, é a forma que a história é contada, não existem muitas cenas ou um narrador. Em dark souls tudo é contado através de diálogos com NPC’s e descrições de itens encontrados.

Em dark souls 2 a história é mais fácil de se compreender e tudo é muito direto  ao contrário dos outros títulos  que eram cheios de furos e tudo era interpretativo. Isso fez com que a história fosse menos questionável,  que também é um ponto negativo. O game possui grandes momentos, principalmente as dlcs (pacote vendido separadamente). A quantidade de itens e armas praticamente dobrou,  os diálogos dos npc’s são um mais incrível que o outro, além do sistema de jogo online ser superior a todos os títulos da serie, com itens exclusivos para esse modo.

Em 2015 a from software apresentou ao mundo o exclusivo de ps4, bloodborne. game que trazia em sua direção Hidetaka Miyazaki. Bloodborne, possui uma história muito mais profunda do que os seus irmãos, um sistema de combate totalmente reformulado e mais agressivo baseado no sistema de Dash. Você não possui a opção de se defender (existem 2 escudos em todo o game que são praticamente inúteis)  em sua mão esquerda você carrega uma arma que tem como principal função atrasar os seus inimigos, também possui gráficos e ambientações melhores do que  de seus antecessores . Lembrando que  sistema online do game foi melhorado!!

bloodborne-playreplay1

Bloodborne é sem sombra de duvida o melhor titulo exclusivo para playstaion 4, até o momento.

No game você assume o papel de um caçador, e tem lugar em Yharnam, uma cidade gótica e em ruínas onde segundo os rumores, alberga um poderoso medicamento. Ao longo dos anos muitos viajantes faziam peregrinações à cidade procurando cura para as suas aflições; o jogador tem o papel de um desses viajantes. Quando chega a yharnam  no entanto, descobre que a cidade está atormentada por uma doença endêmica que transformou a maioria dos seus habitantes em criaturas bestiais…..Lembrando que a história é totalmente interpretativa!!

No game há também um local chamado “sonho do caçador” que funciona como a cidade de Majula em dark souls 2, e o Nexus em demons souls. onde se encontra uma boneca que é responsável pelo seu level up, aqui também existem túmulos que te levam até checkpoints (lâmpadas)  que só é possível ter acesso após descobrir a sua localização no mapa e  acende-las.  As viagens rápidas não acontecem entre checkpoints e toda vez que você quiser chegar a outro local você terá duas opções, ir até o sonho do caçador e através dos túmulos que lá estão escolher uma localidade. Outro modo é indo a pé, pois como em dark souls 1 no  bloodborne  o mapa tem suas localidades interligadas e uma level design totalmente bem projetada.

           Pois bem,  Bloodborne na minha opinião é o melhor título  depois de dark soul 1. Ele surge como um novo corpo assim como havia dito antes sobre Demon’s souls, e que serve de modelo para futuros games, uma nova franquia ou quem sabe dark souls 4,5,6…. sabemos que um pouco dele já está sendo visto em dark souls 3.

É isso aí galera!!! falarei sobre dark souls 1 assim que lançar dark souls 3, pois existem elementos nos dois muito parecidos.

Confiram a baixo o novo trailer de lançamento de Dark Souls 3 que está emocionante!!!

Título que chega no próximo dia 15 de abril para,  PlayStation 4 , Xbox One e Pc.

Praise the game!!!

Live Gaming

Facebook Gaming Game Vision